SER 66 – uma luta para sobreviver

A enchente que, no início do ano passado, destruiu grande parte da nossa cidade, atingiu também o nosso único clube, a Sociedade Esportiva e Recreativa Meia-Meia (SER 66).
A presidenta da nossa associação, Rita Bressan, incansável batalhadora pelo nosso clube, aos poucos, vem reconstruindo os estragos provocados pela enchente. Muito já foi feito, há muito por fazer.
Agora, no início desse ano, pago as minhas mensalidades adiantadas. Nessas ocasiões, a Rita me põe a par da situação do clube.
Disse que saiu às ruas pedindo ajuda aos nossos conterrâneos. Recebeu colaboração de parte do comércio, de sócios e não sócios do Meia-Meia.
No momento, ela está reerguendo a parede da entrada do clube, que provisoriamente, está cercado por tapumes de compensado.
Sempre que posso, e dentro das minhas possibilidades, coopero com as solicitações da minha cidade.
Assim, fiz uma pequena doação de R$200,00 (duzentos reais) ao clube para cooperar na reconstrução da parede.
Acredito que não podemos deixar acabar o nosso clube construído por 66 sócios fundadores, sob a liderança do grande empreendedor Vasco Cândido dos Reis, o saudoso Vasco da Farmácia.
Prometi à Rita Bressan que colocaria no BloGuidoval o seu pedido de socorro ao Meia-Meia. Estou cumprindo a minha promessa.
Quem puder auxiliar é só depositar na conta do SER 66:  

Banco do Brasil: 001
Agência: 3826-1
Conta Corrente: 37.684-1
CNPJ: 20.316.477/0001-98