BANDEIRA do MUNICÍPIO

 " Justificativa escrita pelo Dr. Wilton Franco, criador de nossa bandeira, quando da apresentação de seu PROJETO VENCEDOR à Comissão Julgadora. "

 A bandeira de uma comunidade tem que representar, em si, o que há de mais autêntico dessa comunidade.

Esses aspectos simbolizados numa bandeira terão, assim, para seus habitantes, um significado real e especial. Real pela verdade e especial por exclusividade.

A agricultura, o baluarte de nossa economia, bem como o túmulo de Guido Marlère, são fatos que poderiam inspirar a idealização de nossa bandeira. Entretanto, quando amanhã tivermos indústrias, o motivo agrícola tornaria a bandeira ultrapassada. O que não seria uma escola agrícola ou colônia.

Mas Guidoval não é nenhuma das duas. O túmulo de Guido Marlière, como símbolo, iria torná-la sinistra e fúnebre. E o mundo atual carece de motivos alegres para podermos esquecer as guerras e mortes que devastam essa geração.

Mesmo quem por infelicidade, não possuísse o dom da palavra, poderia responder pelo olhar.

Bastará volver os olhos ao céu e contemplar o azul infinito e sol brilhante e tropical. Ato contínuo, sua retina teria impressa os verdes campos de nossa terra.

Não sei, se por obra de Deus, ou por uma coincidência do destino, nossa forma geográfica é semelhante à do nosso Brasil. Por coincidência ou por predestinação, Guidoval também herdou o mesmo sentimento fraternal e paz constante de todo o povo brasileiro.

Afirmam os filósofos que um povo feliz não tem história. Sendo assim, não temos. A agressividade despótica não habita nossos corações. Contudo, se nosso sangue desconhecido e obscuro for injustiçado, mostrará toda sua força e esplendor. Na maneira como concebo e justifico a bandeira de Guidoval, ressalto apenas outros dois detalhes : a presença do rio Chopotó e nome de Guidoval.

O rio, por ser a testemunha de nossa evolução que, de uma maneira ou de outra, a tem influenciado. Quanto ao nome de Guidoval, é uma homenagem eterna a Guido Marlière.

Resumo : AZUL, representando nosso céu; o AMARELO o nosso sol; RAMO VERDE, nosso vale; MAPA DE GUIDOVAL, semelhança com o Brasil; o BRANCO do MAPA, nossos sentimentos fraternais e de paz; o CONTORNO VERMELHO do MAPA, nosso sangue desconhecido e obscuro.

OBSERVAÇÃO : Quando afirmo que Guidoval não tem história é por estilo poético transcendental. Porque, na lógica Guidoval possui uma história interessante e sutil.

Texto extraído do Livro "SAUDADE SAPEENSE"