Dr. Manoel Basílio Furtado

Natural da Freguesia de Capela Nova das Dores, Paróquia da Vila Real de Queluz (Lafaiete) MG, era filho de Manoel Antônio Furtado e Maria Luisa de Jesus.

Residiu em Rio Novo por muitos anos, tendo também fixado residência em Descoberto e em Guidoval.

Médico Fisiologista, dedicado cientista da História Natural, Antropologia e Arqueologia, foi correspondente de grandes cientistas nacionais e internacionais, tendo sido também Correspondente Científico do Museu Nacional, onde prestou serviços relevantes.

Foi o primeiro a levantar a biografia de Guido Marlière.

De 1891 a 1900 residiu no distrito de Santana de Sapé (Guidoval), onde constituiu firma com os sócios Manoel Hippólito Simões da Costa, Maurício e Leopoldo Murgel (máquina de beneficiamento de arroz).

Basílio Furtado pesquisou através de documentos e depoimentos importantíssimos, com o da viúva D. Maria Vic´toria Marlière, registrando dados que poderiam ter perdido no decorrer do tempo, possibilitando assim, a exatidão das pesquisas sobre Guido Marlière.

Biografias ricas em detalhes sobre o notável civilizador, como as escritas por Afrânio de Melo Franco e Oiliam José, bsaearam-se nas precisas informações do Dr. Basílio Furtado.

Daí nossa constante preocupação em continuar as pesquisas, sobre este desbravador, civilizador, pacificador, semeador e Apóstolo das Selvas Mineiras, GUIDO THOMAZ MARLIÈRE.

Dr. Basílio Furtado faleceu em 13 de maio de 1903, na cidade de Rio Novo, onde foi sepultado no Cemitério Municipal.

(Fonte: - Correspondências, Documentos oficiais, biografia escrita por Basílio Furtado (Rev. Arquivo Público Mineiro Fasc. III e IV/905 - ano Fasc. I, II, III e IV/906) e informações da página da internet sobre a vida de Guido Marlière e o Município de Guidoval, e autobiografia de Guido Thomaz Marlière.)